Foi Testado Internet, opiniões, piada e crítica sobre a política, que virou uma piada, de mau gosto

Aloysio Nunes detona pilantragem da ONU e da OEA: má-fé - Oras, só agora eles viram

problemas como tráfico de d...

Vinte e OitoMaio2017

detona pilantragem da ONU e da OEA: má-fé.Oras, só agora
Aloysio Nunes detona pilantragem da ONU e da OEA: má-fé.
Oras, só agora eles viram problemas como tráfico de drogas no Brasil, disputas por terra e pior, misturaram tudo isso tentando fazer uma defesa dos vândalos pró-PT que incendiaram prédio em Brasília sem mesmo se preocuparem com quem lá dentro poderia morrer. Pergunta, na gestão de Dilma esses problemas não existiam? Claro que sim, porém, o vandalismo era menor porque a extrema-esquerda não seria loucos de incentivar isso em Brasília, de forma que a coisa pudesse ser disfarçada dando a entender que a população se manifestava contra todos os políticos, e Dilma passava com a imagem 'limpinha'.
Decerto que antes, ONU estava mais preocupada em receber queixas de tipos como Lula, poderosos corruptos e tentando criar versões fraudulentas onde críticas à ditaduras como a de Maduro eram mostradas apenas como problemas na democracia.
Curtiu isso Leia o que informou Jornal LivreJornalivre:
"O chanceler Aloysio Nunes refutou as manifestações da ONU e da OEA, que criaram narrativas para simular que teria ocorrido uso excessivo da força contra os atos terroristas de milícias pró-PT na última quarta".
Curtiu isso Fonte: jornalivre.com/2017/05/27/aloysio-nunes-da-nos-dedos-da-onu-e-da-oea-e-as-acusa-de-ma-fe

Cara piscando Leia a resposta de Aloysio Nunes às queixas tardias e tendenciosas da ONU e OEA:
"O governo brasileiro repudia, nos mais fortes termos, o teor desinformado e tendencioso do comunicado conjunto de imprensa emitido hoje pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) e pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).
Causa espanto a leviandade com que o ACNUDH e a CIDH fantasiosamente querem induzir a crer que o Brasil não dispõe de instituições sólidas, dedicadas à proteção dos direitos humanos e alicerçadas no estado democrático de direito. A nota afasta-se dos princípios que devem fundamentar a ação desses órgãos, entre os quais o elementar respeito à verdade dos fatos. Em momento algum os autores da nota se preocuparam com a ameaça à segurança de funcionários públicos e de manifestantes pacíficos sujeitos a violência sistemática e claramente premeditada. Os eventos do último dia 24 de maio foram contaminados pela ação organizada de criminosos que depredaram os prédios dos Ministérios da Cultura, da Fazenda, do Planejamento e da Agricultura, incendiando alguns, pondo em grave risco a integridade física de pessoas. A pronta resposta do governo federal, a começar pela retirada em segurança de pessoas da área conflagrada, sempre amparada na Constituição Federal e nos princípios internacionais de defesa dos direitos humanos, garantiu a integridade física de milhares de servidores públicos e de manifestantes pacíficos que foram aterrorizados por atos de vandalismo e agressão premeditada.
Em atitude que beira a má-fé, a nota evoca episódio de violência agrária no sul do Pará, que não tem qualquer relação com os acontecimentos do último dia 24 e que, além disso, já está sendo apurado por autoridade competente no quadro da legislação brasileira. Da mesma forma, o governo brasileiro lamenta que a ação das autoridades de São Paulo, que tampouco guarda relação com o ocorrido em Brasília, seja capitalizada pela nota, cinicamente e fora de contexto, para fins políticos inconfessáveis. O combate ao tráfico de drogas, bem como o apoio a dependentes químicos, enseja atuação da máxima seriedade, que é a marca das reconhecidas políticas públicas brasileiras no enfrentamento ao problema mundial das drogas.O governo brasileiro atua amparado na Constituição Federal e de acordo com os princípios internacionais de proteção aos direitos humanos. É surpreendente e condenável que nota subjetiva e distante da realidade sacrifique o compromisso de seriedade e imparcialidade de organismos internacionais cuja ação o Brasil apoia e promove".

Brasil PT Brasília Dilma Vandalismo Extrema-esquerda População ONU Invasão de Escolas Lula Corrupto Ditadura

Trio Dilmista na lista de Fachin; Gleisi, Lindbergh e Vanessa Grazziotin são mostrados em meme do... Indignação no mar: Lula comprou submarinos de segunda mão para favorecer a Odebrecht - ... Para Jean Wyllys, Lava Jato prender corrupto é estado de exceção. Maduro assassinar... Kim Kataguiri comenta ataques à Miss(negra de direita) no EUA - Bom, a extrema-esquerda... Cultura destrutiva da extrema-esquerda destrói prédio do MinC - Não são nada... Para Jean Wyllys, Lava Jato prender corrupto é estado de exceção. Maduro assassinar... Prefeito Dória, de São Paulo, tem 70% de aprovação em apenas 3 meses de início do seu... Lula ofereceu ajuda à Temer: 1ª dica, culpar Marcela, a esposa de Michel Temer, pela... Randolfe Rodrigues, ao lado de petistas, dá piti na comissão da Reforma Trabalhista - Ao... Mônica Iozzi sai das redes sociais por vergonha do que fez, diz Luciano Ayan, que publicou:... Perito vê corte que pode ser edição em áudio de Temer entregue por Joesley da JBS - ...

Mais 10
PoliticaPolítica de privacidade